Chapadão do Sul/MS

Usuários do SAAE e da Energisa atacam servidores durante corte e religação de água e luz em Costa Rica e Paraíso das Águas

       Funcionários da Energisa e do SAAE (Serviço de Abastecimento de Àgua e Esgoto) foram ameaçados de morte por consumidores  durante o trabalho de religação de corte ou suspensão do fornecimento.  Em Costa Rica um homem armado de facão não permitiu a entrada dos servidores  e ainda ofereceu resistência à Polícia Militar que acompanhou o caso. Já em Paraiso das Águas o pneu do veículo de serviço da Energisa foi furado e cortado por um cidadão exaltado.

AQUI NINGUÉM ENTRA – O usuário  de Costa Rica – logicamente – deve estar  desempregado ou com problemas financeiros para deixar a situação chegar ao corte.  A Polícia Militar foi solicitada por funcionários do SAAE que estavam sendo impedidos de efetuarem o corte de água. O morador saiu da residência armado com um facão e começou a ameaçar os servidores. Chegou a investir contra a PM e teve quer contido com o uso de bala de borracha. Foi imobilizado e conduzido à Delegacia de Polícia e responderá  pelos crimes de ameaça, desacato e resistência.

FÚRIA, APESAR DA RELIGAÇÃO – A Polícia Militar de Paraíso das Águas foi acionada pela equipe da Energisa, para atender uma ocorrência de ameaças e danos no assentamento Mateira. Um homem de 44 anos, morador do assentamento, ameaçou e cortou o pneu do veículo da concessionária Energisa durante a realização de uma religação de energia elétrica em sua propriedade.

Estava enfurecido, ameaçou atirar nos funcionários da Energisa. A Polícia Militar foi ao local, mas o homem embrenhou-se na mata.  A energia da propriedade estava cortada. Os funcionários da Energisa realizavam a religação. O suspeito responderá pelo crime de ameaça (Artigo 147 do Código Penal Brasileiro) e danos (Artigo 163 do Código Penal Brasileiro).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também