Chapadão do Sul/MS

POLÍCIA CIVIL investiga circunstâncias da morte de menino de três anos em Costa Rica. Seu corpo ficou em chamas encharcado por gasolina

  A Polícia Civil de Costa Rica ainda não se manifestou tecnicamente sobre a morte de uma criança de apenas três anos que morreu após acidente com gasolina. O caso será submetido à exame de peritos criminais sobre as causas da tragédia. Mãe alega que guardava gasolina em casa para acender  o fogão a lenha porque estava sem gás.  O acidente aconteceu  na tarde desta quarta-feira (5) na zona rural do município. O menino deu entrada na Fundação Hospitalar com diversas queimaduras.

De acordo com o Boletim de Ocorrência a Polícia Civil foi acionada pelo próprio hospital após constatação da gravidade do pequeno paciente. A mãe da criança conta que o menino estaria brincando com a gasolina utilizada para acender o fogo. O gás de cozinha acabou quando a família passou a usar o fogão a lenha. Este seria o motivo para o armazenamento da gasolina em casa.

O produto teria atingindo a roupa da criança que pegou fogo, causando diversas queimaduras. A mãe conta que não presenciou o fato, apenas foi chamada pelo seu outro filho após o acidente. Ela explicou para a polícia que tentou apagar o fogo com as mãos, mas as tentativas não tiveram sucesso. A Polícia Civil e o Conselho Tutelar estiveram na casa.

Conforme explica o delegado Caique Ducatti, a residência é simples e está em condições precárias, mas é necessário aguardar o laudo pericial para constatar se o caso se trata realmente de um acidente ou crime. (Fonte mstododia.com.br)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também