Chapadão do Sul/MS

CERCA de meia tonelada de drogas foram incineradas nos fornos da Emacs hoje em Chapadão do Sul. Somente a maconha pesou 480,683,20 KG

CERCA de meia tonelada de  drogas foram incineradas nos fornos da Emacs hoje em Chapadão do Sul. Somente a maconha pesou 480,683,20 KG        

Agentes da Polícia Civil de Chapadão do Sul montaram um forte esquema de segurança para o transporte e a queima de meia tonelada de drogas apreendidas no primeiro semestre desse ano em Chapadão do Sul e na BR-060 no acesso a  Paraiso das Águas.  Os entorpecentes são o resultado do trabalho das polícias Rodoviária Federal, Civil e Militar. O ano de 2021 vem sendo marcado por  ocorrências recordes de estouro de bocas de fumo e a prisão de traficantes e pessoas associadas ao Tráfico de Drogas no município. O trabalho policial nesta área está sendo muito efetivo.

Foram incinerados Três plantas de maconha

480,683,20 KG (Maconha) / 1,701,17 KG (Cocaina) / 360,05 GR  (Crack) / 227 GR (Haxixe) /  5,30 GR (Skank) /     482.97670 (Total) / 4 Balanças /  3 rolos de plástico / 1 Cachimbo

GRANDES APREENSÕES

Até em meados de 2014 a Polícia Militar – através do COB – e a Polícia Civil de Chapadão do Sul chegavam a apreender cerca de 8 toneladas de maconha e outras drogas num único semestre. Na ocasião era feito um trabalho de vigilância constate na BR-060 e na MS-306. Este serviço foi sendo desativado ao longo dos anos pelas constantes baixas no efetivo policial em Chapadão do Sul.  Estas duas rodovias são consideradas estratégicas pelo crime organizado que as usa para transportar armas, drogas e contrabando de vários produtos, incluindo cigarros do Paraguai.

Em 2014 – num único dia – o COB (Comando de Operações do Bolsão) apreendeu no trevo de acesso a Fazenda Iaco Agrícola 1.575 kg  de maconha escondidos numa caminhonete F 250 placas de Dourados (MS). Um policial que estava no Posto Mirante abastecendo o carro viu quando um homem chegou num Peugeot 206, branco, com muita lama, pedindo informação de um número de telefone de um alto socorro para transportar uma caminhonete até Goiânia. Desconfiado o policial, acionou o COB, que conseguiu prendê-lo. Após ser interrogada confessou que era batedor da caminhonete e deu pista de onde poderia estar à carga.  

O delegado de Polícia Civil de Costa Rica (que também respondia por Chapadão do Sul), Cleverson Alves dos Santos foi comunicado e se deslocou para o local. Os policiais conseguiram abrir a caminhonete e com o apoio de funcionários da Fazenda Indaiá, quebraram a trave do volante e rebocaram o veículo com a droga até a cidade.     

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também