Chapadão do Sul/MS

“VOCAÇÃO é Esperança” -PRIMEIRA missa do Padre Victor em Chapadão do Sul foi neste domingo na Igreja São Pedro apóstolo

Quer informações do Chapadensenews.com.br pelo celular?

Link de acesso:

https://chat.whatsapp.com/EcjdxwK4hNoL3ekYjD3MJL

    

O domingo – em Chapadão do Sul – foi marcado pela primeira missa de Victor Henrique, o mais novo padre  ordenado em MS. A cidade terá dois padres e ele vai atuar como vigário do do titular ( Altair) que tem quase 30 anos de sacerdócio.  O religiosos enviou um texto contando um pouco de sua trajetória vocacional. Veja abaixo 

Vocação é esperança!

        “Eu, vocacionado Victor Henrique Ramos Silva, tive meu chamado vocacional no movimento da RCC (Renovação Carismática Católica) da minha cidade (Brasilândia) aos13 anos. Por ser muito imaturo ainda, procurei o padre – que na época Mauricio – para melhor compreender o que eu estava sentindo e que sentimento seria este que me deixava tão inquieto. O padre me ouviu com especial atenção e me disse que ‘o sentimento’ impregnado em mim era infinitamente pessoal, muito profundo e me orientou a rezar para melhor discernir, a fim de compreender se, de fato, se tratava de um chamado de Deus para o sacerdócio.

Assim, comecei a refletir com mais profundidade sobre o meu chamado e passei a querer estar presente em todas as missas. Chamado este, que se fortalecia cada vez mais em mim por intermédio de um amor respeitoso e profundo que começou a me preencher completamente. Neste sentido, na parte da Liturgia Eucarística da Santa Missa – na comunhão – me emocionava muito quando o padre apesentava o Corpo e o Sangue de Cristo e, sem demora, passei a compreender que eu era chamado a ser um padre – um sacerdote. Já no meu dia a dia sempre que me descuidava um pouquinho, me descobria imaginando ser o celebrante da Santa Missa. Conversei com meus pais e, aos 22 anos, especificamente em 2016, decidi entrar para o Seminário Propedêutico, cidade de Campo Grande/MS e, após cumprir as formalidades exigidas, a Diocese de Três Lagoas me enviou.

Lá se foram oito anos estudando, rezando e aprendendo tudo para eu ser um padre respeitoso e a estar sempre a serviço do povo de Deus. Desse modo, no de 2022, com muita alegria terminei meus estudos, porém, a pedido do Bispo Dom Luiz, fiz meu estágio em Chapadão do Sul e, diante dos meus pais, familiares e amigos emocionados, fui ordenado diácono no dia 26 de agosto de 2023, as 19h, na Catedral Sagrado Coração de Jesus – Paróquia Santo Antônio, em Três Lagoas.

E, neste mesmo ano, servindo na Paróquia São Pedro Apostolo, em Chapadão do Sul, conheci muitas pessoas comunidades coirmãs, movimentos, pastorais serviço que me abraçaram e, com fé, fui oportunizado a rezar, a discernir, a fortalecer o meu chamado, a caminhar de forma mais atenciosa e a aprender, todos os dias, com o Padre Altair e com a porção do povo de Deus residente em Chapadão do Sul. 

Então, após cumprir todas as etapas da minha formação sacerdotal, no dia 03 de fevereiro deste ano, as 18:00 hrs, fui ordenado Padre na minha cidade natal e na mina Paróquia de origem – Paróquia Cristo Bom Pastor, em Brasilândia/MS. E missa da minha ordenação recebi a notícia que iria ser vigário paroquial, na cidade de Chapadão do Sul, ao lado do Padre Altair. Fiquei muito feliz, me sentindo privilegiado por continuar na Comunidade de Chapadão do Sul que, há um ano, me acolheu com respeito e com carinho, servindo-a agora como Padre.

Enfim, levo na minha vida sacerdotal o Imaculado Coração de Maria. Coração este, que sempre me acolheu e me ajudou a caminhar com esperança, fiel na minha rota vocacional. Agradeço aos meus pais, familiares e amigos que, ao longo do meu processo formativo, sempre estiveram rezando por mim – Gratidão pelo apoio incondicional e pelas orações, na certeza de que vocação é esperança. Esperança de depois de um longo e abençoado processo formativo, a Comunidade – a Diocese possa contar com mais um padre.”

 Imaculado Coração de Maria, Seja Nossa Salvação!

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Também