Chapadão do Sul/MS

SKATISTAS de Chapadão do Sul superaram a discriminação e conquistaram seu espaço. Profissional de MS vai disputar seletiva por vaga na Olimpíada de Tóquio

 Com apoio do Governo do Estado, por intermédio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), o skatista Eduardo Neves disputará o Dew Tour, penúltima seletiva para os Jogos Olímpicos de Verão 2021, de Tóquio, no Japão. A competição qualificatória, que conta pontos para o ranking mundial, acontecerá de 17 a 23 de maio, em Des Moines, capital estadual de Iowa, nos Estados Unidos.

O campo-grandense de 18 anos, número dois do ranking nacional amador, na modalidade street, está na corrida olímpica nacional há dois anos e é um dos nomes cotados para representar o Brasil no maior evento esportivo do mundo. Além da etapa estadunidense, Neves participará do Campeonato Mundial de Skate Street, em Roma, na Itália, de 31 de maio a 6 de junho. A competição na Europa terá peso maior e garante vaga direta para Tóquio aos que alcançarem o pódio.

“Quando comecei a andar de skate, nunca passou pela minha cabeça a chance de poder representar Mato Grosso do Sul e meu país nas Olimpíadas. Isso, sem dúvida, é muito gratificante. Vou dar meu melhor, focado, para estar 100% nas duas competições [EUA e Itália]”, revela Neves, que figura entre os melhores skatistas do país.

CHAPADÃO DO SUL – desde 2012 o site chapadensenews.com.br acompanha o crescimento desta modalidade esportiva em Chapadão do Sul. Na ocasião os  jovens eram descriminados, sem espaço para a prática da modalidade e  constantemente corridos de algumas áreas. Sobravam apenas ruas e calçadas para o skate, dividindo espaço com carros e pedestres. O movimento cresceu, ganhou força desde 2013 quando foi feita uma grande mobilização na Câmara de Vereadores em busca de apoio para a construção da tão sonhada pista porque a do ginásio Sibipiruna não saia do papel.

BUSCA DE APOIO – A realidade hoje é bem diferente porque a cidade tem dois excelentes pontos para a prática deste esporte, incluindo até competições organizadas – eventualmente – pela prefeitura.  Em 2013 cerca de dez meninos e duas meninas praticantes do skatismo marcaram presença na sessão legislativa. O movimento foi denominado como “Manifestação Silenciosa” ao deslocamento do grupo até o prédio do Poder Legislativo. Foi a primeira vez na história da cidade que praticantes desta modalidade esportiva compareceram na Câmara para ouvir o que os parlamentares falavam. Eles vieram em busca de apoio político e da mídia  para acelerar as tratativas que resultassem na construção da pista.

ESPORTE PARA TODOS – Entre os meninos havia adultos casados que andam de skate dividindo o espaço das ruas e avenidas com carros. Quando decidem usar as calçadas os pedestres reclamavam. Já áreas “interessantes” porém impróprias – como o Terminal Rodoviário são cuidadas por seguranças particulares que não permitiam. Apesar de todas as dificuldades alguns atletas de Chapadão do Sul da época participaram com destaque do “1º Campeonato Skate Luz” para comemorar a reinauguração da pista de skate do bairro Coophavila II, em Campo Grande.   

Matérias relacionadas nos Links abaixos

http://www.chapadensenews.com.br/?pg=noticiasVis&idNot=6977&buscaNot=&idCat=5

http://chapadensenews.com.br/?pg=noticiasVis&idNot=6689&buscaNot=&idCat=5   

COMENTÁRIOS DA ÉPOCA 

SKATE – A respeito doa pista de skate, no dia 12/11/2012, recebi o oficio n°31/2012 do Deputado Federal Marçal Filho, que dizia: Senhor Vereador, ao cumprimentá-lo, tenho a satisfação em informar o pagamento da 1ª parcela referente a Emenda individual ao OGU 2011, destinada a construção de uma quadra poliesportiva no valor de R4243.750,00. O pagamento a que me referido trata-se do emprenho n°2011 NE801392 realizado em 23 de dezembro de 2011 pelo Ministério do Esporte, que deu origem a ordem bancária n°2012OB803249. Atenciosamente Dep. MARÇLAL FILHO. Esse dinheiro atendia a um pedido meu ao deputado e TAMBÉM VISA CONSTRUIR UMA PISTA DE SKATE. O Dinheiro FOI LIBERADO e ao que parece SUMIU e a construção da quadra e da pista nem começou. FISCALIZEM E COBREM, FICA A DICA.

Flávio Teixeira Sanches  – Parabéns à galera que lutou pelos seus direitos de forma democrática e respeitosa, pessoas abençoadas que tem o direito de se divertir com o que gosta, e tudo tem que ser investigado e promessas tem que sair do papel, isso sim é uma manifestação, parabéns.

Silvio Botton –  Abre o olho Sr. Prefeito. Skate é o segundo esporte mais praticado no Brasil. Eles merecem pelo menos uma pista descente para praticar. Parabéns a todos os skatistas que foram até a Câmara. Corram atrás dos seus direitos!

Taiguara Luciano –  Espero que a Câmara aprove o projeto e o prefeito cumpra com esse compromisso, porque quadras de futebol estão cheias nas cidades do Brasil, e por em crível que pareça, várias abandonadas. Ótima a iniciativa de vocês skatistas de Chapadão do Sul, corra atrás de nossos direitos, se não seremos obrigados a andar dentro da prefeitura, que não e o correto. Pista já…

Izael Miranda – É isso “ae”, vamos estar em cima mesmo correndo atrais do direito nosso de ter uma pista para nós darmos o rolê de boa sem preocupação de guarda vim falar alguma coisa ou ate mesmo ser atropelado e também fazer a diferença. Skate sempre !

Jó Robson – É isso ai, se todos ficarem parados a prefeitura não move um dedo, belo exemplo dos Skatistas de Chapadão do Sul, tive o prazer de ir nesse campeonato e foi muito Style, espero q consigam a pista…. “Skate my Life”  – 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também