Chapadão do Sul/MS

RUAS do entorno do novo paço municipal são revitalizadas para a inauguração. Obras na Vinte e Dois continuam na próxima semana

       A proximidade da histórica inauguração do novo Paço Municipal de Chapadão do Sul (16/6) também marca a etapa dos retoques finais do perímetro do complexo administrativo que abrigará todas as secretarias e concentrará as ações de gestão num único local. Na manhã de ontem o secretário de Obras e Serviços, Ivanor Zorzo, acompanhava os retoques finais de pavimentação do entorno nas ruas Vinte e Dois e Nove e outras. Na próxima semana a Rua Vinte e Dois começa a ser revitalizada na sua extensão e será transformada numa avenida passando na frente do Colégio  Maper, educandário com grande movimento de alunos e pais que usam a via diariamente.

Foram aplicadas várias etapas  de colocação de pedriscos, pixe e cola de ligação compactadas para formatar o entorno do prédio com maior tecnologia de edificação em Chapadão do Sul. Segundo Ivanor Zorzo as obras do trecho que passa na frente do Colégio Maper e do novo Parque Ecológico  terá continuidade após a regularização fundiária da área  com proprietários.  Até o dia da inauguração do prédio em forma de “colmeia” todo o entorno estará pronto.  Também marcará o fim do aluguel pago no atual Paço Municipal gerando economia aos cofres públicos.

A construção do novo Paço Municipal começou 15 de março de 2019.  O projeto sofreu algumas adequações para ser finalmente inaugurado no dia 16 de junho. Com um Projeto arquitetônico moderno e sofisticado, o complexo abrigará diversas secretarias e órgãos públicos, facilitando o acesso da população que encontrará diversos serviços em um só lugar.

Projeto arquitetônico

A forma adotada para o edifício com modulação por célula hexagonal e independente possibilitará a redução da incidência do sol em determinadas horas do dia e ventilação cruzada com grandes aberturas com mais circulação do ar. O edifício tem 17 células totalmente destinadas ao atendimento do cidadão, cada uma com 250,00m² sem paredes fixas (concreto ou alvenarias), podendo ter seu layout alterado de acordo com a melhor ocupação e mais 3 células destinadas para depósito.  

Além de contar com isolamento acústico, iluminação natural, sistema para geração de energia solar, com a capacidade de produzir energia sustentável para suprir toda necessidade do consumo, além do excedente ser direcionado em créditos para outros prédios da prefeitura. O projeto ainda conta com estacionamento, elevador e uma fonte de água no saguão central.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também