Chapadão do Sul/MS

ATUALIZA – Quase meia tonelada de pasta base foi apreendida pelo DRACCO em avião que caiu em MS.

           Quase meia tonelada de pasta base de cocaína, três fuzis de grosso calibre, 297 munições, a apreensão de um avião modelo Beech Aircraft, A36 (Bonanza) prefixo PP-BAR, avaliado em R$ 1,5 milhão e a prisão do piloto que trabalhava para o narcotráfico. Este foi o balanço apresentado pelo comando do DRACCO  (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) após a interceptação de mais uma aeronave transportando drogas e armas no espaço aéreo de Mato Grosso do Sul.   

A última etapa desta ação foi a prisão do piloto de 28 anos que sequer tinha brevê para pilotar. A aterrissagem de emergência se deu na zona rural de Itaquiraí. Ele foi preso cerca de  7 quilômetros do avião, embrenhado numa mata cerrada. A grande operação da Polícia Civil teve no comando a delegada do DRACCO Ana Cláudia Medina com apoio de agentes e delegados de Nova Andradina e Itaquiraí.

A aeronave Beech Aircraft modelo A36 (Bonanza) é avaliada em R$ 1,5 milhão.  Transportava 417,900 kg de pasta base distribuídos em 40 tabletes, três fuzis de grosso calibre (AK 47 – 762×39), um 308win e outro calibre 732×51 e  297 munições de calibres diversos. O avião foi removido do local pela equipe especializada do DRACCO e as diligencias seguem em andamento  na busca de mais informação sobre o tráfico internacional de drogas  que atua em rios, estradas e no espaço aéreo de MS.

Dados de 2016 destacavam que o quilo de pasta base custava em média R$ 125 mil com capacidade de  produzir uma média de 3 kg de cocaína. Como um quilo de pasta base rende três de cocaína o valor da droga apreendida é elevado.

 De acordo com reportagens postados nos grandes centros  1 kg cocaína na Bolívia custa menos de R$ 10 mil. Nas ruas de São Paulo ou do Rio, depois de batizado, rende R$ 200 mil. Quase 2.000% de lucro. Graças a margens assim, organizações criminosas como PCC, CV, FDN investem no narcotráfico da região da fronteira  entre o Brasil o Paraguai / Bolívia. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também