Chapadão do Sul/MS

OVO, carne e feijão foram os “vilões” que puxaram o valor percentual da cesta básica para cima.

         Os preços do ovo, carne e feijão puxam a alta nos preços nos supermercados. Produtos foram os que mais registraram majoração de custo de janeiro a abril de 2021, de acordo com pesquisa divulgada pela Abras. O ovo registrou a maior alta, de 11,43% .    O ovo registrou a maior alta, de 11,43%, nos supermercados de janeiro a abril – (Foto: Pixabay)

      Os preços do ovo, feijão e carne foram os que mais impactaram no custo das compras dos supermercados no primerio quadrimestre de 2021. É o que aponta o Abramercado (Índice Nacional de Consumo dos Lares Brasileiros) divulgado nesta quinta-feira (10) pela Abras (Associação brasileira dos Supermercados).

De janeiro a abril, nove produtos sofreram alteração expressiva nos preços. Confira as principais altas e baixas do período:

Alta:

• Ovo (11,43%)

• Carne dianteira (6.32%)

• Feijão (5,02%)

• Carne traseira (2,47%)

Baixa:

• Pernil (8,91%)

• Leite longa vida (4,46%)

• Óleo de soja (3,60%)

• Arroz (2,65%)

• Frango (0,96%)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também