Chapadão do Sul/MS

DURO NA QUEDA – Após 18 dias na respiração mecânica Nizan superou pior momento da contaminação por Covid-19

Nizan Pereira da Silva Júnior (38), carinhosamente chamado de “Carneiro”, Santista fanático,  enfrentou no ano passado (2021) o pior desafio de sua vida. No dia 22 de abril de 2021 foi diagnosticado com o novo coronavírus, no dia 24 foi internado após agravamento da doença e em 26 de abril acabou entubado. Durante 18 dias Nizan Júnior ficou entubado e em situação crítica, quase que irreversível. Com o agravamento da doença já atingindo grande parte de seus órgãos, foi diagnosticado com falência múltipla de órgãos no pico de seu estado clínico gravíssimo.

Os médicos chegaram perder as esperanças. A família e amigos se uniram em oração, gerando muita energia positiva. Amigos também se uniram para adquirir uma medicação que não havia no estado, se deslocando até o interior de São Paulo, que também foi importante para sua sobrevivência. Acabou submetido à 20 sessões de hemodiálise e 51 dias de internação.

Já sua casa, debilitado e se recuperando aos poucos, com terapias e apoio da família, Nizan foi superando as sequelas deixadas pela Covid-19. Após 60 dias, no dia 11 de setembro, passou muito mal e foi novamente hospitalizado. Houve a necessidade de nova traqueostomia. Teve as vias aéreas totalmente fechadas com risco de morte.

Pela manhã, de Dourados, Nizan Júnior conversou com o BNC Notícias e informou que está otimista com a cirurgia que será submetido para a retirada da traqueostomia. O “vencedor” é filho do casal de professores Nizan e Donatila. É um desportista e torcedor fanático do Santos Futebol Clube e gerente do Supermercado Economia. Os pais, a  família e amigos  sempre estiveram confiantes e nunca perderam a fé. Sofreram dias de amarguras, mas venceram e, sem sombra de dúvidas, Nizan Júnior é um exemplo de que milagres existem. (Fonte BNC)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também