Chapadão do Sul/MS

COLCHÃO com preservativos, cão morto e lixo. Usuários do Parque Ecológico não colaboram com a limpeza da área verde

       Um colchão rasgado repleto de preservativos, cão de grande porte morto e coberto por troncos para esconder a carcaça. Isso sem falar da quantidade de lixo retirado do  local e a ação de “raizeiros” que estão destruindo as árvores do Parque Ecológico de Chapadão do Sul. O local está cada vez mais aprazível, verde, com a presença de várias espécies de pássaros.  Pessoas sem o menor senso de civilidade seguem emporcalhando o patrimônio  coletivo. Nas próximas semanas a rua que passa na frente do Colégio Maper e do Parque será revitalizada, elevando o nível estético do entorno.

A Técnica em Meio Ambiente da prefeitura, Jaqueline Portes, usou

seu perfil no Facebook para fazer um desabafo.

“Porque as pessoas tentam destruir aquilo que nos faz tão bem?!! A natureza é nossa verdadeira casa, temos que preservar para que possamos viver com saúde e qualidade de vida! Muita gente vem ao Parque tomar cerveja, almoçar, lanchar e deixam todo o lixo no local! Isso atrai mosquito da dengue, escorpiões e degradam o meio ambiente!!!😪 Muito triste isso mas ainda não o suficiente para desistir!!! 🍂🍂🍂 As ÁRVORES representam para nós redução na poluição do ar, interceptação da água da chuva, sombreamento, estabilização da temperatura, redução de ruídos e promoção de melhoramento no bem estar psicológico e físico.”

Em meio a natureza somos livres

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também